X
[title]
[subtitle]
[html]
"Na aparência, uma história de um mundo localizado e remoto contada ao ritmo do universo rural. Na verdade, é um filme sobre as descobertas da adolescência, do amor e da morte. A beleza e a poesia com que estes temas são tratados tornam universais estes personagens e os seus (tão nossos) enredos. E vamo-nos tornando parentes e cúmplices da família Dionti"
(Mia Couto)
A FAMÍLIA DIONTI
Um filme emocionante, em que o fantástico e a realidade se equilibram e tecem juntos uma trama envolvente e cheia de surpresas. Nas muitas histórias por trás da história, a mãe apaixona-se, evapora e desaparece; Josué sonha com a volta da mulher a cada chuva, enquanto cria sozinho os dois filhos: Serino, que é seco e chora grãos de areia, e Kelton, que se derrete com a chegada de Sofia, uma garota de circo. “A Família Dionti” retrata de forma especialmente delicada o tema universal do primeiro amor.
ASSISTIR AO TRAILER

Onde Assistir

A Família Dionti | Brasil - Inglaterra | 96 min.
ASSISTA NO CANAL BRASIL E NET NOW (TV)
NetNow: https://goo.gl/h4p2ba
Se você quer exibir o filme em sua cidade, entre em contato com arthousebr@gmail.com

Bastidores

DEPOIMENTOS

Personagens

JOSUÉ DIONTI
Josué engole ventos, silêncios, pausas. Não se trata de gosto nem desgosto. Josué Dionti é igual a todo mundo: no vazio do seu lugar sente uma fome que não se cabe.
SERINO DIONTI
Serino escuta e enxerga a natureza própria das coisas, mas só fala em ecos. Crê que tudo no mundo tem razão para ser do jeito que é.
KELTON DIONTI
Filho caçula de Josué, tem nariz afilado, cabelos e olhos espetados em constante flagrante. Como quem vê o mundo sempre pela primeira vez.
SOFIA DOVENTIN
Nunca sabe o que é endereço amarrado. Para ela, toda estrada dá no caminho certo. Não tem pressa para nada, sabe que as coisas retornam ao seu colo.
DR. WALDOMIRO CARLS
É um médico dedicado. Recebe todos sem fazer distinção: crianças e adultos, e animais de pequeno porte. Mas como todo homem sábio, reconhece suas cercas: porcos, não atende por paga de nenhum valor.
VÔ ABELINO
Desde seus tamaninhos é afeito ao mundo da magia, no ventre da mãe já brincava nos enganos. Nasceu não querendo.
TIO GIRASANDRO E TIA GIRASÔNIA
Um é do sul e o outro do sol. Sabem que estão fadados às andanças, acertam em confiar em suas linhas, em suas encruzilhadas.
ILUSÂNGELA
Possuía olhos apurados em fisgar o passado e a içá-lo em vigorosas braçadas, no inútil desejo de domesticar o mais selvagem animal que nos ronda.
DOROTEIA
Aos olhos da mulher, os cuidados perdem as cercas e as responsabilidades, os calços. O mundo capenga naquele sítio.
POESINA
Pisava em vento, escolheu prorrogar-se num etéreo viver, passando a se alimentar apenas de inspiração.

Ficha Técnica

Elenco
Antônio Edson (Josué Dionti)
Gero Camilo (Dr. Waldomiro Carls)
Murilo Quirino (Kelton Dionti)
Bernardo Lucindo (Serino Dionti)
Anna Luíza Marques (Sofia Doventin)
Bia Bedran (Poesina)
Neila Tavares (Doroteia)
Fernando Bohrer (Vô Abelino)
Álisson Minas (Tio Girasandro)
Maria Júlia Garcia (Ilusângela)
Miracy Junior (Sorriso)
Júlia Bonzi (Tia Girasônia)
Direção e Roteiro Alan Minas
Produção Daniela Vitorino
Coprodutores Emily Morgan e Roni Rodrigues
Montagem Lívia Serpa
Direção de Arte Oswaldo Eduardo Lioi
Direção de Fotografia Guga Millet
Supervisor de Pós-Produção Roni Rodrigues
Supervisão de Edição de Som e Mixagem Filipe Paszkiewicz
Trilha Sonora Clower Curtis
Técnico de Som Bruno Espírito Santo
Figurino Marcela Poloni
Design Gráfico e Animação Patrícia Alves Dias e Valerycka Rizzo
Site, Redes Sociais e Transmídia APolo + TranSa
Produção Caraminhola Filmes
Coprodução Canal Brasil, Quiddity Films e HeroFilms
Suporte TFI Latin America Fund - Tribeca Film Institute NY 2015
Distribuição ArtHouse
Apoio Cultural CTAV, Polo Audiovisual Zona da Mata, Fundação Ormeo Junqueira Botelho, Fábrica do Futuro, Energisa, Godam, NFTS, THE FINANCING FORUM FOR KIDS, Prefeitura de Muriaé/MG, Fundarte, Prefeitura de Recreio/MG, VPA Urbanismo, Hélios Água Mineral.
Este filme foi realizado com recursos do Programa de Editais da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro 2011/2012.

Produtora

A Caraminhola Filmes foi criada em 2006, no Rio de Janeiro, pelo roteirista e diretor Alan Minas e pela produtora Daniela Vitorino. As produções são originais, conciliam conteúdo e apuro artístico, em diálogo com a infância e juventude. Realizaram o longa A Família Dionti, uma coprodução com a Inglaterra e o Canal Brasil, com o suporte do Latin American Fund - Tribeca Film Institute, que recebeu os prêmios de melhor filme | júri popular no 48° Festival de Cinema de Brasília; melhor roteiro no 10° Youngabout International Film Festival Bologna; melhor filme de público no 7° Festin em Lisboa; melhor ator criança no 16° San Diego International Kids Film Festival e melhor filme na 3° Mostra de Cinema de Gostoso - RN.

Realizaram e distribuíram o documentário A Morte Inventada – Alienação Parental, que se tornou referência audiovisual sobre o tema no Brasil e exterior, e organizaram o livro A Morte Inventada – Ensaios e Vozes, publicado pela editora Saraiva. Realizaram os premiados curtas: A Língua das Coisas, pelo Curta Criança MINC &TV Brasil, inspirado na obra de Manoel de Barros, premiado no FAM e CineFantasy- SP, e convidado para Mostra Geração do Festival do Rio; A Encomenda, com Othon Bastos, premiado no Festival de Curtas de São Paulo e Teresina; O Refém, melhor filme do Festival da Amazônia; Nas Estrelas; Homens ao Mar; e O Apito. Estão preparando os longas-metragens O Deserto de Luíza e o infantil Quando Ju Escapou pra Dentro, e desenvolvendo coproduções em parcerias nacionais e internacionais.

Imprensa

PRESSBOOK
DOWNLOAD
CARTAZ
DOWNLOAD
FOTOS
DOWNLOAD

Na Mídia

“Longa ‘A Família Dionti’ com bom elenco deixa imaginação voar”
(Folha de São Paulo)
VER MAIS
“Poético e mágico”
(Rio Show - O Globo)
VER MAIS
“’A Família Dionti’, filme feito para emocionar”
(Estadão - Cultura)
VER MAIS
O aprendizado da delicadeza em “A Família Dionti”.
(Cineweb)
VER MAIS
“Nesse filme, o crível se molda e se curva ao incrível. Não deixe de conferir essa narrativa fantástica e singela, com ares de nostalgia e saudade”
(Quadro por Quadro)
VER MAIS
“Poesia não tem idade”
(Hoje em Dia)
VER MAIS
“O longa venceu o prêmio do público de Melhor Filme no Festival de Lisboa”
(Site Cine BH)
VER MAIS
“Por meio de metáforas nada óbvias e grande liberdade criativa, Alan Minas construiu uma história poética”
(Tribuna de Minas)
VER MAIS
“A Família Dionti” leva realismo mágico ao Festival de Brasília.
(O Estado de São Paulo)
VER MAIS
“A Família Dionti: Alan Minas traz um olhar fantástico para relações. O filme é uma singela e criativa relação com a paixão.”
(Correio Braziliense)
VER MAIS
VER CLIPPING COMPLETO

Contatos

Parceiros